Publicado por: blogdoprudencio | agosto 8, 2011

Ao comprar, brasileiro prefere bom atendimento a desconto em preço!

Desconto é bom e todo mundo gosta. Pechinchar, todo mundo pechincha, mas é o bom atendimento que seduz quem está disposto a gastar.

Eis mais uma interessante reportagem do matinal “Bom Dia Brasil”, edição de hoje.

Reprodução integral da reportagem:

O consumidor está mais exigente.
Não compra de primeira e só volta à loja quando tem um bom motivo.
Na hora de fechar uma compra, o que pesa mais? O que conquista esse novo consumidor?

Quando vai trocar ou renovar o guarda-roupa, o consumidor não pensa duas vezes.
Ele quer mesmo é ser bem atendido.
Um desconto ajuda, mas se o atendimento for ruim e se ele não for bem tratado pelo vendedor, vai embora e desiste da compra.

Gostou da roupa?
“Já escolhi e já vou pagar”, comentou a publicitária Adriana Moya.
E o preço?
“O preço também conta muito”, opina a médica Verônica Furtado. A loja tem de negociar.

“Uma promoçãozinha sempre vai bem”, comenta a estudante Isabela Zilah.

Advinha quem mais pechincha?
Os clientes que têm bastante dinheiro no bolso.
É o que diz uma pesquisa do Instituto de Estudos e Marketing Industrial com 3,3 mil consumidores de todo o país.

Quem tem dinheiro sobrando geralmente não gosta de lojas que se recusam a dar descontos.
A pesquisa revela que esses consumidores costumam comparar preços e vantagens. “Brasileiro não tem jeito: tem de pedir desconto sempre”, aponta a gerente financeira Adriana Alcântara.

Mas preço não é tudo.
Ao todo, 51% dos entrevistados disseram que o mais importante mesmo na hora da compra é o atendimento.
“É imprescindível, em primeiro lugar. O preço vem em segundo”, diz a bibliotecária Izete de Araújo.
“Para a gente é um prazer atender sempre”, afirma a gerente Bia Agostinho

Segundo o estudo, ser bem atendido é fundamental, principalmente para os clientes que têm orçamento apertado.
A exigência é ser valorizado.
Uma loja com vendedores despreparados sai perdendo.
“Eu saio e vou embora”, conta a secretária Karen Fragoso.

Foi o que 76% dos consumidores disseram.
“Se eu for mal atendida, não passo nem mais na porta da loja”, admite a funcionária pública Ana Paula Cortês.

Já que é assim, cliente satisfeito é bom negócio.
Tem loja que vai além: oferece espumante e trufas para o consumidor voltar para casa feliz – e de sacola cheia.
“Eu sou recebido e acarinhado. Não sou o marido que veio só para pagar ou que veio contribuir”, comenta o médico Antônio Rodrigues.

“Não passa por outra coisa que não seja exatamente esse conceito de acarinhar e de mimar.
Eu acho que isso traz a clientela, não tem outra forma”, observa a advogada Valquíria Pontes.

Bom atendimento garante a compra.
Conversando com consumidores, ficou claro que um bom atendente ou um bom vendedor é aquele que não é insistente.
É importante não sufocar o consumidor. Muitos vendedores podiam também conhecer melhor o que estão vendendo.

Bem, você deve concordar comigo que trata-se de uma reportagem muito bem fundamentada, e, saiba que corresponde plenamente aos meus princípios… de que… “o bom atendimento proporciona melhores resultados para fidelizar clientes, do que a prática de preços baixos!”

Minha opinião a respeito desta reportagem é que cada palavra deva ser lida, refletida, avaliada e… utilizada como inspiração e reflexão para ser posta em prática.

No entanto, também é de suma importância que a reflexão e avaliação deva ser posta em prática – caso esta seja sua decisão – mediante outras importantes considerações feitas em conjunto, pois, uma gestão empresarial plena se faz com a combinação de ações em todas as diferentes áreas de gestão da empresa.
Considerações quanto a:

  • Análise da viabilidade econômica e financeira ao realizar mudanças estratégicas
  • Análise mercadológica (suas oportunidades de vendas: volumes e condições de vendas)
  • Análise de marketing (suas estratégias de divulgação, seus clientes, a forma de divulgação, …)

Lembre-se sempre, mudanças estratégicas e operacionais implicam em alterações de desempenho e de resultados, portanto, suas atitudes devem ser avaliadas e planejadas antes de serem postas em prática.

Pense nisso!

Fonte: Edmilson Koji Tanaka

Esta com duvidas se deve dar desconto em algum produto ou serviço? O Planeje-se é uma ferramenta online de apoio a tomada de decisões, e tem me ajudado muito nessa área. Fica a dica, para experimentar durante 5 dias de forma grátis, e se encantar com essa nova forma de ajudar a gerir uma empresa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: